Estranhos líderes

Recentemente, o Bispo de uma grande e conhecida Igreja declarou que quase todos os cantores (e citou alguns) do mundo Gospel, são ‘endemoniados’. Tal declaração levantou novamente a discussão entre alguns líderes de Igrejas, inclusive, um Pastor, que também é um cantor muito conhecido e que faz parte do “bolo” criticado pelo Bispo, atacou severamente as declarações e a Igreja do mesmo.
Essa discussão, que parece ser aquela “a minha Igreja é melhor que a sua” ou “a minha Igreja é mais rica que a sua”, já é velha. O Bispo, que também é dono de uma grande emissora de TV e que quase não dedica a sua grade de programação à sua Igreja, já vem sendo criticado pela sua conduta a anos. Inclusive, por alguns dogmas dentro de sua Igreja.
O Pastor, que se sentiu ofendido e partiu em defesa da sua Igreja e da sua irmã, que também é cantora e bem conhecida, afirmou que a Igreja do Bispo em questão, não seria Evangélica e sim, uma Seita.
Vendo acontecer isso tudo, chego a alguns pontos:
É triste (e feio) ver líderes de Igreja se comportando assim. Ofendendo irmãos. Criticando. Pior ainda, é ver esses mesmos líderes, brigando para ver quem pode mais. Quem é o melhor. Qual a melhor igreja.
Os pecados Capitais estão inseridos nessas pessoas e ninguém vê. A soberba, a ira. Onde está o que todos esses líderes pregam?
Jesus nos ensinou a amar e, mesmo se espelhando no momento de ira no qual Cristo passou, dentro do templo, chicoteando todo mundo que fazia feira lá dentro, não é assim que devemos agir. Não neste caso.
Creio que os que erram, gravemente, um dia serão julgados pelo Pai e, no dia do julgamento, perecerão.
Uma coisa que devemos colocar na mente é: a melhor Igreja não é a minha, a sua ou a do Pastor ou a do Bispo. A melhor Igreja somos nós. Sou eu. Eu sou o templo do Senhor. Devo me guardar e, ainda, ser o corpo da cabeça que é Jesus.
Cuidemos de nós mesmos para sermos pessoas boas. Foi isso que Deus nos mostrou em todos os livros da Bíblia e parece que fazemos questão de não lembrar.
A Paz do Senhor.
“Proclamai a todos os povos, a salvação que Ele nos troxe.”

1 comentário

    • Ilana Maria em 26/03/2017 às 00:56

    Responder

    Todas igrejas, devem ver que não é A ou B, que o principal é o objetivo da religião é Jesus Cristo, porque sobre as desigualdade ele é unanimidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado