1 ano sendo Pai…

Há exatamente 1 ano atrás nascia Samuel. O meu filho. E desde então, passei a ver a vida com outros olhos. Os olhos de uma pessoa que tem outra que depende de você e que se você perdê-la, não sabe mais o que fazer. Quando ele nasceu, relatei tudinho em texto, que você pode ler clicando aqui.
Deus tem sido tão bom comigo, sabiam? Meu filho é uma benção. Não dá trabalho, não é chorão e está o tempo todo rindo, como se quisesse mudar o mundo com o seu sorriso. Aliás, como foi revelado bem antes dele nascer, Deus já teria um plano para a vida dele: ele seria um ponto de união entre as pessoas, principalmente as da família.
Mas eu tenho certeza que isso vai ser presente na vida dele, do mesmo modo que Jesus é presente em nossas vidas.
Ser pai é um privilégio único. Só quem é pai consegue sentir esse amor tão grande que faz a gente mudar completamente. Um amor que nasce antes de você ver o rostinho dele. Um amor que nasce, logo quando você lê “positivo” no exame de gravidez.
Única coisa que eu posso fazer, agora, é agradecer. Muito. Não só pela a vida do meu filho, pela saúde e bom humor dessa benção, mas também por Deus me permitir ser pai e mostrar como é amar um filho incondicionalmente.
Obrigado Senhor! Muito Obrigado!
“Proclamai a todos os povos, a salvação que Ele nos troxe.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado